IRM - Índice Real Matinha

    O que é o IR$M?

    O IR$M é uma ferramenta para facilitar a escolha de touros que terão a progênie mais eficiente e lucrativa. É um Índice Econômico – o primeiro a ser usado com sucesso na pecuária brasileira.

    Em agosto de 2012, o Rancho da Matinha, já com fama bastante difundida para a sua genética de curto ciclo de produção, passou a oferecer aos pecuaristas brasileiros, preocupados em baixar os seus custos, touros testados e selecionados para a nova característica de consumo de alimento...

    ...e como faz todo ano, a ABS Pecplan selecionou os melhores touros Matinha da safra. O sêmen deles já está disponível. Para cada touro da genética Matinha foram calculados dois Indices – o IR$MD (para identificar os mais lucrativos pais de bezerros desmamados), e o IR$MC (para identificar os mais lucrativos progenitores para quem tem ciclo completo).

    Com objetivo de estimar o valor do genótipo agregado dos animais com base em suas qualificações genéticas e no fluxo de caixa do sistema de produção de gado de corte do país, o Rancho da Matinha, junto com o apoio cientifico da ABS Pecplan e da Genus plc, desenvolveu o índice econômico “Índice Real Matinha” para facilitar a escolha de reprodutores. O Índice balança, de uma forma correta as diversas DEPs com os seus respectivos valores econômicos. O uso da palavra Real no nome, além de sinalizar que não se trata de um índice arbitrário (ele é econômico), significa que sua unidade de medida é financeira, uma vez que ele é expresso em reais (R$).

    Usar o IR$M é fácil! Quanto mais alto o valor, mais lucrativos serão os filhos. A diferença entre os valores de IR$M de dois touros representa a diferença, em Reais, da lucratividade de cada filho deles. IR$M mais alto – touro mais valioso.

    Como foi desenvolvido o IR$M?

    Para o desenvolvimento dos índices foram considerados os custos dos insumos bem como dos produtos comercializados. No IR$MD foram utilizados os valores das DEPs calculadas pela ANCP para as características efeito materno, peso aos 210 dias, probabilidade de parto precoce e stayability.

    Já para o IR$MC, além das características integrantes do IR$MD, foram consideradas as DEPs para as características ganho de peso pós-desmama, rendimento e terminação de carcaça e consumo alimentar, esta última calculada com a supervisão do geneticista Dr. Scott Newman, da Genus plc (proprietária da ABS Pecplan) e com a colaboração do Dr. Mark Enns, da Colorado State University.

    Quem desenvolveu o IR$M?

    Para que os índices, de forma segura, espelhassem as diferenças de valores econômicos dos genótipos agregados dos animais a Matinha e a ABS Pecplan recorreram aos sólidos conhecimentos de outro professor norte-americano, Dr. Michael D. MacNeil, importante geneticista com viés econômico-estatístico e com vasta experiência em trabalhos semelhantes.

    A quem interessa o IR$M?

    Para atender tanto a pecuaristas que comercializam seus produtos na desmama quanto àqueles que trabalham com o ciclo completo de produção, foram desenvolvidos dois índices específicos.

    Os primeiros pecuaristas deverão utilizar a IR$MD (Índice Real Matinha Desmama) que estima a diferença de rentabilidade na desmama das progênies de dois ou mais touros.

    O índice indicado para o ciclo completo é o IR$MC (Índice Real Matinha Completo) que, da mesma forma, permite comparar a rentabilidade entre as progênies de touros diferentes, avaliada ao final do ciclo de produção. Nos dois índices, as diferenças são sempre expressas em Reais (R$) para cada animal produzido.

    Fale com o responsável por esta área

    Gustavo Morales Brito

    Gerente de Produto Corte Zebu