11/07/2017


    Nascem primeiros animais com sangue brasileiro na Índia

    Exportação de sêmen Gir Leiteiro foi feita em 2015 pela ABS. Exemplares nascidos servirão de vitrine para a genética brasileira


    Por Faeza Rezende, assessora de imprensa

    Já fazem sucesso na Índia os primeiros animais filhos de touros brasileiros. Os bezerros são fruto de sêmen de dois reprodutores provados da bateria Leite Tropical da ABS, Diamante de Brasília e Castelo TE Kubera, que tiveram material exportado em 2015.

    "Desde o envio deste sêmen, nossa expectativa se voltou para o nascimento dos animais. Nosso compromisso sempre foi muito grande, pois sabíamos da importância de mostrarmos para a Índia a qualidade da nossa genética trabalhada nestes mais de 60 anos", comenta Fernando Vilela, gerente de produção da Central da ABS no Brasil.

    O gerente viajou para conhecer os produtos nascidos e ouvir as avaliações dos criadores indianos. Segundo Vilela, eles estão muito satisfeitos com o resultado e, com certeza, esses animais servirão de vitrine para a genética brasileira na Índia. "Os animais são diferenciados, o que sinaliza uma oportunidade muito grande para futuros negócios. Confirmado este diferencial da genética brasileira, já recebemos há alguns dias um segundo pedido da ABS Índia para mais 20.000 doses, sendo que 12.000 serão embarcadas nos próximos dias", afirma, destacando que o apoio do Brazilian Cattle nesses processos de exportação.

    O médico veterinário coronel Kailash Nath Yadav comprou 90% das mil doses enviadas na primeira exportação em 2015 e também é responsável pelo pedido da maioria do material a ser enviado na segunda etapa. Ele conta que o resultado surpreendeu. "Estou mais do que 100% satisfeito", garantiu, exibindo os primeiros animais nascidos, que já têm um ano de idade e começam a expressar todo potencial de desenvolvimento da raça Gir.

    A Central da ABS na Índia é responsável pela comercialização do sêmen do outro lado do mundo. A estrutura é a maior e uma das mais modernas do mundo, o que contribui para o sucesso do processo. A ABS investiu na construção da unidade para atender a grandeza da demanda no país. 

     

    Comentários

    Nenhum comentário foi enviado até este momento. Seja o primeiro.