15/12/2017


    Primeiro clone Gir com sêmen disponível, Teatro II já vendeu 20 mil doses


    Produtores de todo o país comemoram resultados com material genético do clone de um dos maiores raçadores da história

    Estão completando três anos de comercialização de sêmen do touro Teatro II, o clone de um dos touros Gir mais famosos da história. E, desde dezembro de 2014, a ABS já vendeu 20 mil doses de sêmen e, hoje, produtores parceiros da empresa comemoram resultados obtidos com as progênies, que comprovam que a qualidade genética é, realmente, uma cópia fiel da do grande Rei Teatro. 

    Resultados registrados em fazendas como a do produtor Bernardino Costa Neto, de Passa Quatro (MG). Ele tem, atualmente, bezerras com cerca de 14 meses e duas novilhas filhas de Teatro II que, aos 23 meses, produzem cerca de 22 litros de leite ao dia. "As novilhas são muito calmas e isso facilita o manejo", avalia.

    Bernardino revela que as filhas de Teatro II chamam bastante atenção de quem visita a propriedade. "Ele é um touro que agrada muito, que transmite muita estrutura e tipo às filhas", destaca, contando que, além da produção de leite, trabalha com comercialização de animais.

    João Dornas de Menezes, de Brumadinho (MG), também está satisfeito com o material genético do clone. Ele possui no rebanho bezerras de 10 a 12 meses, filhas do Teatro II. O produtor destaca que as progênies se sobressaem muito em relação às filhas de outros touros. "Estou muito contente com o vigor físico, o tamanho e a estrutura corporal das bezerras. Além disso, elas têm a pelagem e a morfologia muito bonita, além de um temperamento muito bom e isso é muito importante para quem produz leite", avalia.

    Vale lembrar que o início da comercialização de sêmen de Teatro II foi histórica, sendo a primeira vez que material genético de um clone Gir Leiteiro foi disponibilizado. "E isso permitiu que produtores de leite continuassem usando a genética superior do Rei Teatro, que é um dos ícones da raça", afirma Fernando Rosa, gerente de produto Leite Tropical da ABS, e completa: "Ficamos muito contentes com esses resultados a campo, pois percebemos que Teatro II, realmente, dá sequência ao legado de muito sucesso do seu pai", conclui Fernando Rosa, Gerente de Produto Leite Tropical.

    Teatro da Silvânia morreu aos 15 anos em outubro de 2013, depois de 13 anos em coleta na unidade da ABS,  onde produziu mais de 200.000 doses convencionais e 25.500 sexadas.




    Novidades ABS

    1