26/03/2018


    Touros Brangus são certificados para IATF pela primeira vez

    Dois reprodutores da raça conquistaram o Selo IATF da ABS pelo bom desempenho na técnica


    Dois touros Brangus da bateria Europeu Corte da ABS receberam o Selo IATF este ano. Esta é a primeira vez que reprodutores da raça são certificados pelo bom desempenho na técnica de reprodução. A certificação só foi possível devido ao aumento de inseminações, que permitiram uma real avaliação dos animais.

    "A utilização da raça na Inseminação Artificial é crescente. Segundo relatório da ASBIA, ela já ocupa o 2 lugar como raça mais usada em rebanhos de corte europeu", pondera Marcelo Selistre, gerente de Produto Europeu Corte da ABS. Uma das justificativas para o crescimento vem da boa adaptação da raça sintética, que reúne as melhores características dos zebuínos e do Angus, tem conquistado cada vez mais o mercado. 

    Os touros Broncos e GAP Artilheiro foram os primeiros a receber o certificado. Os dois reprodutores conquistaram o Selo Bronze, que exige entre 1.000 e 1.999 inseminações em cinco rebanhos diferentes.

    Vale destacar que o Broncos é filho de um touro australiano com linhagem americana e se destaca por uma avaliação genética muito forte: top 1% peso ao desmame, top 2% no peso ao sobreano e 2% no IQG (Índice de Qualificação Genética). Já Artilheiro é considerado o melhor touro produzido pela GAP em todos os tempos. Além de apresentar uma excelente conformação - muito comprido e musculoso -, o reprodutor se destaca pela docilidade, qualidade do sêmen e a incrível avaliação genética. "Vem de uma linhagem de pedigree consagrada, e é de geração avançada, o que é muito importante para evitar a segregação genética, mantendo as características selecionadas", afirma Selistre.




    Novidades ABS

    1